terça-feira, 23 de março de 2010

06/05

Armei uma tenda
No canto duro do meu peito
precisei cravar fundo ao lado direito
Uma vez pronta
Passei a fazer monta
da circuntâncias
em que você aparece
Nas audiências
toda atenção está
nessa sua raiz
Que aos poucos me ocupa
Numa constante de ondas doces
num reverberar de calmas frases
Assim me encontro na
Sólida sintonia
de tão bela companhia!!